sexta-feira, julho 27

OK vida...

Meu blog é um diário, totalmente despretensioso, ao contrário da maioria dos blogs, eu realmente não me importo com a quantidade de pessoas que acessam ou me seguem... não visito blogs que eu não gosto só pra receber visitas de volta... Ultimamente nem os que eu gosto eu ando conseguindo visitar. Mas eu não faço propaganda, nem nada disso... Então acaba que quem vem por aqui é porque gosta das minhas churumelas, curte o que eu escrevo, embora ultimamente não tenha acontecido NADA de muito empolgante na minha vida, pelo contrário, só abro esse blog pra contar problema e reclamar... 

Bom, pra fazer um breve resumo, me separei, achei que tinha achado o homem da minha vida, mudei de cidade, apostei tudo que eu tinha nessa mudança.. perdi sucessivamente, um filho, o homem, tudo que eu tinha... voltei pra SP, tive uma pequena esperança que acabou naufragando... Um emprego relativamente bom, mas que não deu certo por uma crise no setor, perdi o emprego... Com tudo isso a única coisa que ganhei, foram kilos. Alguns kilos... 

Essa semana foi a primeira em casa, e realmente não foi boa. Eu passei a semana TODA no sofá , entrege a depressão, vi milhares de filmes na Net Flix, chorei, ri, chorei mais um pouco... e hoje, as 22:44hrs, eu olhei no espelho e me assustei. Eu sai da cama cedo, mas nem a camisola eu tirei... Meu cabelo tá sujo, eu estou com o rosto inchado e com olheiras... minha casa ta suja, nem a louça eu lavei... E eu não estou com vontade de fazer NADA, mesmo tendo a certeza de que tenho que fazer alguma coisa. E acho mesmo que estou deprimida... Uma vez ouvi em algum lugar que a pessoa depressiva quer  ficar deprimida, porque nesse estado de depressão, as coisas ficam mais fáceis, você simplesmente se entrega... sem dor, acho que vem o topor, e isso faz com que as coisas fiquem mais simples... Porque é muito mais fácil fingir que os problemas não existem, do que enfrentar a coisa toda.

Mas, eu sou uma pessoa inteligente, e sei o que eu estou fazendo... sei que estou mascarando os problemas, me afundando nos filmes, nos livros (me dei de presente um do André Vianco, que pra falar a verdade escolhi pelo enorme número de páginas) , na inércia... Mas como posso eu, pessoa inteligente que sou, achar que estou fazendo bom negócio com isso? Não, cada dia que passa, é um dia que eu estou perdendo, cada dia que passa, é um dia que eu matei, e que não vou recuperar. 

Eu costumo colocar a culpa de tudo no meu peso.... Perdi o amor? É porque eu tô gorda... Não quero ir me divertir em uma praia ou um lugar lindo? Claro que não, eu tô gorda... Acho que fui discriminada na disputa por uma vaga? Claro, eu tô gorda... Eu nunca mais vou ser feliz de novo? Claro que não, eu to gorda... 
E ai vem a melhor pergunta de todas? Porque eu sou o ser humano mais infeliz do mundo, por conta de um fator que eu POSSO mudar? Sinceramente, não sei dizer.

Quero muito encontrar novamente o caminho pra um lugar melhor do que o que eu me encontro agora... Quero me encontrar, descobrir as coisas que me deixam feliz... Quero me conhecer melhor, gostar e cuidar de mim.... Quero poder descobrir o caminho pra me amar, e assim conseguir amar melhor aos outros. Pretendo me atirar nessa jornada, e como sempre, é por aqui que vou registrar tudo! 

Por hoje é só pessoal...


3 comentários:

Lucimere disse...

Mel, perdeu um filho? fiquei sem entender essa parte...

Olha, vc sempre luta, sempre dá a volta por cima, mas, realmente, não há positividade que resista a tanta desgraceira. Isso vai passar, mas acho, mesmo, que vc deve sentir todas essas coisas até o final, viver essa tristeza, para poder deixá-la para trás... isso vai passar, eu sei, vc sabe. No momento se eu pudesse te dar um conselho que vc pudesse aceitar como uma ordem seria: ama-se gorda, oras... existem homens que gostam de mulheres gordas, e de uma gorda cheirosa, bonita e bom papo, ninguém escapa... rs. Digo isso por que mulher bonita de verdade não tem tamanho. E quem amar vc vai amar do jeito que vc é. na verdade vc sabe disso tudo, eu sei, mas tem oras que a gente precisa que alguém diga. neh, não? Pois se magreza prendesse alguém ao lado muitas artistas não estavam só. Pense nisso, por que isso acontece não por que vc está gorda e sim por que vc não está feliz... Ânimo! E logo vc voltará a ser quem sempre gostou de ser. com carinho, Mere.

MeL disse...

Nossa, obrigada pelo comentário, foi muito bom mesmo ler o que vc escreveu... Se vc voltar umas postagens vai ler sobre o bb que perdi, mas foi uma coisa que me abalou bastante, nada com meu filhos que já estão por aqui, graças a Deus, mas é muito ruim um sonho ser interrompido assim... E vc tá certa, eu ja me amei assim, acho que to perdida, preciso mesmo me encontrar. Obrigada mesmo pelo carinho..

Lucimere disse...

Nossa! sem ter o que falar... bjos.