terça-feira, janeiro 15

Dia tal, do ano tal....

Estou ansiosa... huhuhuhuhu não me diga, já não falamos sobre isso? Pois é, falamos né rs... Mas dessa vez minha ansiedade tem motivo, e eu não estou conseguindo dormir.. Estava tentando desanuviar a cabeça vendo Desce a Letra, mas como não obtive êxito em tal processo, vim escrever... Yes.

Eu escrevi êxito, e lembrei de uma história.... Um belo dia que queria escrever a palavra hesitar, ter duvida, não ter certeza... e me dei conta que nunca havia escrito, ou me lembrava de ter lido essa palavra... E quem disse que eu sabia como escrevia? Só me vinha a cabeça escrever exitar, mas tava tão estranho, porque achei que isso seria uma coisa mais pra "ter êxito" do que ficar em dúvida, mesmo sabendo que a grafia estava errada pra isso também... então pedi ajuda ao pai dos burros modernos, Google, e não consegui achar ... Pedi ajuda aos universitários, e as primeiras pessoas pra quem eu pedi ajuda não sabiam também, e ficaram tão em dúvida quanto eu... hahahaha eee língua difícil esse nosso português... Foi então que pedi ajuda a uma pessoa que respondeu de bate e pronto.... Hesitar!!! 
Oo... nossa, parecia que tínhamos descoberto a América...kkkkk repassando a informação a todos que estavam engajados na causa... mas né? Exaltando nesse momento essa pessoa que sabia como escrevia hesitar, rsrsrs ... 

Mas voltando... O título do blog se refere a uma coisa que acho muito engraçada. Já reparam que quando uma pessoa mais velha vem contar uma história, ela se lembra de mês, ano e as vezes até o dia que tal coisa aconteceu...  "isso aconteceu em outubro de 1957" ...  Quem nunca ouviu isso? E eu sempre me pergunto como essas pessoas tem uma memória boa assim, porque eu não lembro mesmo, não consigo lembrar nem o mês certo de fatos que ocorreram no ano passado... Que dirá de 20 ou 30 anos atrás? Mas acontece que amanhã vai acontecer uma coisa da qual eu vou lembrar... Vou lembrar pra minha vida toda, o dia, o mês e o ano... Amanhã, eu vou deixar de pagar aluguél.. rsrs

O fato é que eu resolvi depois de anos protelando, tocar a construção da minha casa em cima da casa da minha mãe... Aquela coisa que todo mundo faz né? Mas eu sempre protelei... Acho que a grande maioria das pessoas tem problemas com os pais, principalmente com as mães, mas acho que eu por ter saído de casa muito nova, e ter tido minha casa, minha vida, minhas coisas... Fico extremamente resistente a essa aproximação toda ou a essa mistura toda. Sou muito chata, muito mesmo, admito. Eu sou velha, tenho minhas ranhetagens. Justamente por isso gosto de ter a minha casa, e não gosto de ninguém se metendo nela... Nem marido eu nunca deixei se meter.. E Mães vem com o metedor de fábrica né? rsrsrs 
Mas acontece que existem coisas que são mais importantes e maiores, e por elas precisamos fazer concessões, e a mais importante de todas, é a estabilidade dos meus filhos, e não dá mais, absolutamente não dá mais pra pagar aluguel, portanto.... Estou indo, e pretendo daqui a anos dizer que no dia 15 de janeiro de 2013, minha vida mudou e eu deixei de pagar aluguél... Amém irmãos... rsrsrs

Bom, hoje, dia 14 de janeiro de 2013, também aconteceu uma coisa muito importante... meu filho Luigi fez 18 anos.. Infelizmente, por ele ter escolhido um caminho trilhado de mentiras, e coisas que não deveria ter feito, eu nem ao menos pude desejar feliz aniversário a ele, pois não nos falamos a meses... Espero muito que a vida mostre a ele que eu sempre quis apenas fazer com que ele se machucasse menos no futuro, e que ele entenda, que o caminho mais longo, seria o que valeria mais a pena... Mas ele decidiu que a vida é quem vai ter de ensina-lo, e eu como mãe só posso desejar que isso aconteça da forma mais amena possível.  Mas que aconteça, porque se não acontecer, eu sinceramente não sei como vai ser... Parabéns pelo seu aniversário, e espero em Deus, que você amadureça, tome jeito de homem na vida, seja honesto, tenha valores...  Seja feliz.

Isso me lembrou uma outra história...A anos e anos atrás eu tive um namorado, Leco, na verdade, Leandro era o nome dele... Um belo exemplo de como as coisas perdem a importância é esse garoto... Nós namoramos por um longo período, eu gostava muito dele, ele tinha problemas com a mãe, que metia o pau nele, falava horrores dele, e eu achava que ela era uma louca, falava demais, como podia, tão bom que ele era... O tempo passou, e eu vi palavra por palavra que a mãe dele disse, fazendo sentido... E sabe o que é mais engraçado... Me lembro que ele chamava Leandro, mas não consigo me lembrar o sobrenome dele... Pode isso produção?! Aqueles amores avassaladores de adolescência, deixam isso.... Lições pra vida, um nome, e a sombra de um rosto, porque tenho certeza que se vir ele na rua hoje, não reconheceria.. Mas o que mais fica claro nessa história, é que NINGUÉM conhece um filho como uma mãe... ninguém.

Bom pessoas lindas do meu Brasil que vem aqui, leem e nunca comentam nada...kkkkk Eu sei que vocês existem porque vejo suas muitas visitas no meu contador diário, não sou louca...kkkk Quero dizer que minha dieta dos pontos ficou meio que bagunçada com essa história de mudança. Não as quantidades nem nada, mas a qualidade e disponibilidade pra fazer tudo direito... Por esse motivo eu resolvi jogar pra frente os 365 dias, pela ultima vez.. JURO. Mas é que não to com saco pra isso essa semana, as coisas estão se ajustando na minha cabeça, e eu to parecendo aqueles chocalhos de bebês sabem?... Não to conseguindo pensar em mais nada. Mas to bem, sério mesmo... comendo pouco... mas quero 365 dias PERFEITOS, portanto volto essa semana ainda com o programa.

Bom, é isso, ja escrevi bagaraio, nem era pra ficar aqui tanto tempo, agora to mais fodida  lenhada do que quando comecei a escrever porque já tem uma hora que to por aqui e amanhã tenho que acordar cedo, por isso... Partiu, berço!

2 comentários:

Ju disse...

Fico muito feliz por vc Mel, essa é uma super mudança e para melhor! Parabéns!

Não tenho muito contato com meu pai, somos bem distantes e ficamos anos sem contato (agora acho q nos falamos umas 2x por ano rs). Infelizmente as optam pt caminhos diferentes, coisas q não aprovamos... Mas mesmo longe não deixamos de amar, né?

Que Deus ilumine a cabecinha dele, e que abençoe sua nova vida e nova casa!

Kinha disse...

Que bom que você saiu do aluguel. quanto ao seu filho, que Deus o ilumene e dê a ele Juízo suficiente pra voltar pra você. Beijos!